Ar condicionado, como escolher o mais adequado

Hoje em dia, quando precisamos comprar um ar-condicionado, deparamo-nos com uma quantidade tão grande de marcas e modelos que se torna difícil decidir sobre qual o melhor aparelho. Ar-condicionado janela, ar split, ar-condicionado portátil, quantidade de BTUS, enfim como escolhe-lo?

Escolher um ar-condicionado, longe de depender da sorte, ou aceitar a sugestão do vendedor da loja, é simplesmente seguir três passos bem fáceis, que não necessitam de conhecimento técnico.

Os passos abaixo o guiarão a escolher o melhor ar-condicionado para você tanto em termos de refrigeração, economia de energia e custo de manutenção.

Veja também:

Ar-condicionado, os três passos para comprar o equipamento correto

1. Defina quantas BTUS seu ar-condicionado precisa ter:

O calor não “desaparece”; na verdade, o ar-condicionado retira-o de um ambiente e passa para outro. O calor está sempre penetrando em um ambiente ou sendo gerado nele por equipamentos elétricos, lâmpadas e mesmo pelo próprio metabolismo das pessoas presentes.

O primeiro passo então é calcular quanto calor entra ou é gerado dentro de um ambiente. Esse cálculo se chama carga térmica. Ele não é difícil de fazer mas você vai precisar de uma bússola e de uma trena.

De posse da bússola e da trena, você precisará encontrar a direção norte no ambiente e medir determinadas dimensões, anotar a potência em watts dos equipamentos elétricos do ambiente e preencher a planilha de carga térmica que calculará a capacidade do ar-condicionado em BTUS para você e mostrará aonde estão as principais fontes de calor do ambiente.

2. Defina qual o tipo de ar-condicionado mais adequado

Após saber quantas BTUS seu ar-condicionado precisa ter, vem o segundo passo tão importante quanto o primeiro e que seguramente é responsável por uma infinidade de problemas e queixas, a escolha do tipo adequado de ar-condicionado.

Hoje, para um ambiente doméstico e empresarial de pequenos porte, temos 3 possibilidade de escolha de ar-condicionado: o de parede (ou de janela, o mais tradicional de todos), o split  e o portátil. Não estamos considerando aqui o “chiller” (ou central) porque seu dimensionamento é complexo e deve ser feito por profissionais e nem os climatizadores evaporativos, pois por mais que que seus fabricantes façam propaganda, eles não permitem um efetivo controle da temperatura do ambiente que depende mais da umidade relativa do que do aparelho em si..

Ar-condicionado de parede ( ou janela ):

São os mais conhecidos, baratos e facilmente encontrados no comércio. Quase todos os técnicos de refrigeração tem condições de repará-los e suas peças são mais facilmente encontradas.

Ar condicionado de janela: no caso um modelo Silentia da Springer Carrier

Instalação: são embutidos nas paredes ou janelas, tirando o calor de um ambiente e jogando para o ar (preferencialmente) ou para outro ambiente. Normalmente o próprio comprador consegue instalá-los sem precisar de equipamentos ou ferramentas sofisticadas;

Manutenção/ reparos: o janela é o tipo de ar-condicionado que apresenta a manutenção mais fácil, com peças mais facilmente encontradas e em geral, mais baratas;

Recursos: grande parte dos ares-condicionados do tipo janela atualmente é fabricada com compressor rotativo, que reduz o consumo de energia e o ruído, e os modelos mais caros apresentam controle remoto e termostato digital;

Limitações: a primeira limitação é que como eles retiram calor de um ambiente passando para o outro, eles não podem ter nenhum obstáculo colocado contra a sua parte traseira ou a pelo menos a 1 metro dela. Além disso o lugar para onde retiram o calor deve ser aberto ou ventilado de modo que o ar quente se dissipe no ar atmosférico. A segunda limitação é que o ambiente de onde eles retiram o calor para onde o expulsam deve estar limitado por uma parede ou janela, daí o nome desse tipo de ar-condicionado;

Comentário: se a sua preocupação é manutenção barata, facilidade de instalação e uso, pouca preocupação estética, obrigatoriamente o ar-condicionado janela deve ser sua escolha

Ar-condicionado Split

Cada vez mais vendidos, em alguns casos com designs sofisticados, são a tendência apontada pelos fabricantes de equipamentos de ar-condicionado. São divididos em 2 unidades: a unidade interna ao ambiente (evaporadora) e a unidade externa (condensadora). Alguns modelos de splits possuem mais de uma evaporadora (duas ou três em normalmente) mas sempre uma condensadora. Retiram calor de um ambiente para o outro através do gás que corre em suas tubulações de cobre. Tem instalação e manutenção complexas e caras.

Ar condicionado do tipo split, da Midea

Instalação: a instalação dos splits não é simples e deve ser feita por técnicos habilitados e, principalmente, com os equipamentos adequados. Uma instalação de split pode chegar a custar metade do preço do aparelho. Caso mal feita, pode trazer sérios problemas ao ar-condicionado e a forros e paredes, que costumam custar caro para serem reparados. Não caia na tentação de economizar – procure um bom técnico de preferência, com algum conhecimento de alvenaria pois é quase certo que ele terá de furar sua parede para passar as tubulações de cobre;

Manutenção/ reparos: o split tem uma manutenção cara e complexa. Seu controle é feito por placa(s) eletrônica(s) e comandos elétricos. Em geral as placas, quando dão defeitos, têm de ser trocadas porque componentes para reparo não são vendidos pelos fabricantes. Para repará-los os técnicos precisam realmente conhecer o ciclo de refrigeração e compreender esquemas elétricos. Na prática poucos conseguem embora esse quadro venha melhorando graças ao SENAI/ SENAC e as inciativas dos próprios fabricantes. Esteja preparado para gastar caso seu ar-condicionado split precise de conserto;

Recursos: graças ao controle feito por placa eletrônica o ar-condicionado split tem uma vasta gama de recursos. Temperaturas e horários de funcionamento programáveis, níveis de umidade no ar, velocidade de resfriamento variável, etc. Em recursos e controles os splits reinam absolutos. Os splits podem substituir os aparelhos janela mas em alguns casos são a única opção para refrigerar um ambiente. Quando o local de onde o calor vai ser retirado está mais distante do que uma parede ou janela para onde ele será dissipado, o split é a única solução. Essa distância pode variar de poucos metros para quase 30 metros, dependendo da capacidade em BTUS do aparelho. Também apresentam um nível de ruído muito baixo e por serem relativamente recentes, são projetados visando o menor consumo de energia. Todos possuem controle remoto e termostato digital;

Limitações: o split precisa de um local onde possa eliminar a água que se forma na unidade interna. Todos os splits possuem uma mangueira na evaporadora para isso. Não pense em usar um vaso de planta para eliminar a água porque dependendo da umidade relativa do ar e da capacidade do aparelho, ele poderá não absorver toda a água formada. Também é necessário passar 2 tubulações de cobre ligando as unidades interna e externa. É preciso existir um local para isso e considerações estéticas devem ser levadas em conta.

Comentário: coloque um ar-condicionado split apenas se você não puder colocar um do tipo janela ou estiver preocupado com a estética e o nível de ruído. Pense mesmo em locar com algumas das boas empresas que existem no Brasil, desde que a manutenção esteja incluída no valor da locação.

Ar-condicionado portátil:

Caros e poucos vendidos, só devem ser usados em casos muitos especiais.

Ar condicionado portátil, da Gree

Instalação: mais simples do que a do split, normalmente precisa de um furo na janela ou na parede;

Manutenção/ reparos: também controlados por placas eletrônicas e de dimensões internas reduzidas tem uma manutenção cara e complicada. Mais uma vez esteja preparado para gastar muito dinheiro caso seu aparelho apresente defeito;

Recursos: tem um ampla gama de recursos devido ao controle ser exercido por placa eletrônica. Na verdade, grande parte dos recursos dos splits estão presentes nos ares-condicionados portáteis;

Limitações: tem que ser instalados da mesma forma que os ares-condicionados janela com os ambientes onde haverá a troca de calor distantes no máximo uma parede ou janela. Além disso a água que decorre de sua operação é armazenada dentro de um recipiente externo e tem de ser retirados no período de poucas horas. Esteja preparado para acordar com um apito no meio da noite ou amanhecer com seu quarto todo molhado.

Comentário: só use um aparelho portátil se você tiver que trocar com muita frequência de local e precisar refrigerá-lo.

3. Defina de qual fabricante você vai comprar o aparelho de ar-condicionado:

Se você pensou que após determinar a capacidade em BTUS e o tipo dele comprar seria simplesmente uma questão de verificar o melhor preço, esqueça…

Dependendo do fabricante do aparelho você poderá estar com um problema sério em poucos anos quando ele precisar de manutenção: a total ausência de peças. Por isso daremos uma nota a cada fabricante de modo que você possa ter em mente o que esperar para o futuro do seu aparelho. Devido ao tamanho clique aqui para ver a análise completa dos fabricantes de ar-condicionado.

Resultados da análise dos fabricantes de ar-condicionado em março/2022

Marca Fábrica Brasil Estrutura depósitos Documentação técnica Tamanho da rede autorizada Disponibilidade de peças Contato com o suporte Software de apoio Qualidade do aparelho Média Geral
Brastemp 9 8 9 9 9 7 9 6 8,4
Consul 9 8 9 9 9 7 9 6 8,4
Elgin 7 8 7 6 6 6 6,7
Gree 6 5 4 6 4 5 2 7 4,8
LG 8 8 8 7 8 8 8 8 7,9
Midea 0 4 3 4 6 6 4,6
Springer Carrier 8 6 8 7 6 6 7 9 7,1

Lembre-se que que um bom fabricante de ar-condicionado hoje pode não ser mais o mesmo amanhã. Procure usar o bom senso ao finalizar a compra do seu aparelho. Preço muito baixos podem significar fabricantes com pouquíssimo compromisso em permanecer nos Brasil e assim atender aos seus consumidores.

Por fim lembre-se que muitos aparelhos vendidos por uma marca podem na verdade ter sido fabricados por outra, normalmente chinesa, devido ao custo de mão-de-obra chinesa. Você pode ver muitas fotos de aparelhos fabricados pela Gree para outras marcas acessando as fotos da Viagem que fizemos a fábrica da empresa na China.

4. Procure o menor preço e adquira o aparelho de ar-condicionado

Embora cotar preços seja uma questão individual de cada pessoa, nós sugerimos que você faça uma pesquisa on-line para a compra do seu ar-condicionado.

Recomendamos que você não deixe de incluir duas empresas que muitas vezes apresentam preços muito abaixo do que a concorrência, o Wall Mart e o Submarino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.