Portal da Refrigeração
Google
Feeds do Portal da Refrigeração Portal da Refrigeração também  está no Twitter Veja os vídeos do Portal da Refrigeração sobre ar-condicionado e refrigeração no YouTube

O EER


A classificação da eficiência enérgica (EER) de um ar-condicionado é a sua capacidade em BTU/h dividida pelo seu consumo. Por exemplo, um ar-condicionado de 10 mil BTU/h consuma 1.200 watts, tem seu EER é de 8,3 (10 mil BTU/1.200 watts). Quanto mais alto o EER melhor a eficiência do produto. No entanto, aparelhos com EER maiores costumam ter um preço para aquisição mais elevado.

Suponha que você tenha que escolher entre dois aparelhos de 10 mil BTUs. Um deles possui EER de 8,3 e consome 1.200 watts, enquanto o outro tem EER de 10 e consome 1.000 watts. Vamos também supor que a diferença de preço seja de R$ 200. Para decidir se vale a pena comprar o mais caro, de EER 10, você precisará saber:

  • Aproximadamente quantas horas por ano vai usá-lo;
  • Quanto custa um quilowatt-hora na sua região

Vamos dizer que você vai usar o ar-condicionado no verão (3 meses) e que ele funcionará cerca de 10 horas por dia. Imagine também que o custo da energia na sua região é de R$ 0,50/kWh. A diferença no consumo de energia entre os dois aparelhos é de 200 watts.

Supondo um mês de 30 dias, chegamos a seguinte conclusão:

  • 3 meses x 30 dias/mês x 10 horas/dia = 900 horas
  • 900 horas x 200 watts) / (mil watts/kW) x R$ 0,50/kWh = R$ 90,00

Como o aparelho mais caro custa R$ 200,00 a mais, isto significa que levará cerca de 2 meses e seis dias para compensar a diferença de preço entre os dois aparelhos. A partir daí, você será beneficiado com um consumo menor de energia proporcionado pelo aparelho com EER de 10.

Veja também:

comments powered by Disqus
Consulte aqui seu_nome@email.refrigeracao.net
Google

Portal da Refrigeração e ar-condicionado - Política de Privacidade - Um site da HHC Internet