Portal da Refrigeração
Google
Feeds do Portal da Refrigeração Portal da Refrigeração também  está no Twitter Veja os vídeos do Portal da Refrigeração sobre ar-condicionado e refrigeração no YouTube

Diagnóstico de defeitos na refrigeração e ar-condicionado

parte 2


Anterior

Para chegar ao problema real, é preciso usar uma abordagem lógica. Neste módulo, passaremos como fazer isso para resolver problemas do ciclo de refrigeração.

Abordando um problema do ciclo de refrigeração de forma lógica

Colete e observe:

  1. Obtenha as informações do fabricante sobre a operação do equipamento;
  2. Obtenha as informações do cliente;
  3. Execute uma inspeção visual preliminar da unidade sem energia;
  4. Utilize os seus sentidos para executar uma inspeção preliminar do sistema energizado;

procure sempre a origem da caus do problema no equipamento de refrigeração

Leia e calcule os sinais vitais

  1. Leia e registre os sinais vitais do sistema (O que está acontecendo);
  2. Calcule o sub-resfriamento do líquido refrigerante no dispositivo de expansão (capilar ou outro);
  3. Calcule o superaquecimento do gás refrigerante na sucção do compressor;

Compare os valores atuais e padrão

  1. Determine o que é padrão para o equipamento (O que deveria estar acontecendo);
  2. Compare as condições padrão com as atuais;

Resolva o problema

  1. Execute as análises básicas de sintomas;
  2. Execute as análises recomendadas pelo fabricante;
  3. Execute a análise dos componentes ou do sistema através de um processo de eliminação com as tabelas fornecidas aqui.

A resolução de problemas costuma ser realizada em quatro níveis

Nível 1 Observação física
Nível 2 Análise de sintomas básicos
Nível 3 Análise do diagnóstico de problemas do fabricante
Nível 4 Análise do sistema e componentes

Muitos problemas serão identificados com o simples uso dos nossos sentidos para verificar o sistema enquanto está desligado ou operando.

Quando esse método não permite identificar o problema, execute a análise de sintomas básicos.

A análise de problemas do fabricante, quando presente, deve ser utilizada quando a análise de sintomas básicos se mostra ineficiente.

A análise do sistema e de componentes, com a ajuda das tabelas desse módulo deve ser utilizada como último recurso. Um processo passo-a-passo de eliminação identificará problemas de difícil localização graças às tabelas.

No caso da inspeção física não localizar o problema, será necessário verificar os sinais básicos do sistema tais como temperaturas e pressões e comparar os mesmos com os valores padrões do fabricante.

Os dois primeiros níveis – exame físico e análise de sintomas básicos – devem localizar cerca de 80% dos problemas relacionados com o ciclo de refrigeração. Caso isso não ocorra ainda existem dois níveis adicionais.

A análise do diagnóstico de problemas do fabricante tem como melhor maneira para localizar um problema seguir o método prescrito pelo fabricante do equipamento sobre o qual você está consertando. Em geral isso é feito através de uma tabela de defeitos, causas e soluções.

Como último nível, existe a análise de sistema e componentes. São necessárias medições adicionais das temperaturas e pressões, bem como um processo passo-a-passo de eliminação para isolar o problema.

É útil registrar os dados reais do equipamento numa planilha que pode ser utilizada também para registrar os valores de operação do equipamento. Isso facilita a comparação das condições de operação com as reais apresentadas pelo equipamento.

Por fim ter em mente que a ferramenta mais poderosa para a solução de problemas em equipamentos de refrigeração é um profundo conhecimento da teoria e do ciclo de refrigeração. Isso ajudará a prever como um problema que ocorre num ponto afetará outras partes do ciclo. Toda essa exposição tem exatamente esse objetivos: passar esse conhecimento.

Procure marcar os dados do sistema com problema com o máximo de precisão possível e não deixe de anotá-los. Muitas vezes um problema é descoberto apenas quando se diagnostica que vários parâmetros estão um pouco inferiores (ou superiores) aos que seriam esperados.

Essa folha de resolução de defeitos é apenas uma sugestão: você deve desenvolver a mais adequada para o tipo de equipamento que costuma fazer manutenção/ reparo.

Folha de resolução de defeitos em equipamentos de refrigeração

Veja também:

comments powered by Disqus
Consulte aqui seu_nome@email.refrigeracao.net
Google

Portal da Refrigeração e ar-condicionado - Política de Privacidade - Um site da HHC Internet