Portal da Refrigeração
Google
Feeds do Portal da Refrigeração Portal da Refrigeração também  está no Twitter Veja os vídeos do Portal da Refrigeração sobre ar-condicionado e refrigeração no YouTube

Como criar um site gratuito e com aparência profissional para sua empresa ou para você


No início do Portal da Refrigeração oferecíamos um serviço gratuito que era permitir que os usuários criassem sites dentro do Portal. Só que o endereço não era nada profissional, muito longo, algo do tipo http://sites.google.com/a/refrigeracao.net/xxx. Devido a esse endereço longo e aos poucos recursos, com o tempo desativamos o serviço de criação de sites*.

No entanto, grande parte dos nossos usuários tem a intenção de ter um site, não quer gastar muito dinheiro com isso (ou nada), e sobretudo conhece sobre refrigeração e ar-condicionado e não de criação de sites.

Procurando oferecer uma solução para essa necessidade pesquisamos várias opções e chegamos a duas respostas possíveis: Wordpress e Webnode, que veremos a seguir.

A diferença entre WebNode e WordPress é que no primeiro é muito mais fácil de criar um site e em poucos minutos ele pode estar funcionando. Já o WordPress é mais complexo, demora mais para você ter um site no ar - no entanto, as opções são praticamente infinitas e alguns dos maiores sites e blogs do mundo usam-no.

Fique claro que mesmo usando o WebNode gratuitamente você pode montar mesmo uma loja virtual. Recomendamos que você primeiro crie um site nele, para se familiarizar e depois, passe para o WordPress se quiser mais recursos. Você pode criar quantos quiser.

Veja também:

O passo a passo para criar um site

Antes de ter um site no ar você precisará fazer certas atividades, na ordem a seguir:

  1. registrar um nome de domínio (seu_site.com.br, por exemplo);
  2. contratar um serviço de hospedagem (o lugar, no caso um servidor que é um computador de grande porte em que ele vai ficar - no caso do Web Node não precisa);
  3. configurar e customizá-lo (mudar a aparência para o que você deseja).

1. Registrando um nome de domínio grátis (não recomendável) ou pago (mais recomendável)

Alguns anos atrás registrar um domínio custava uma pequena fortuna e quase sempre era necessário que você fosse uma pessoa jurídica. Hoje qualquer um pode registrar um nome de domínio, grátis inclusive.

Registro de domínio grátis

Não recomendamos o registro de um nome de domínio grátis para sua empresa devido as terminações pouco comuns que ele vai ter. A realidade é que todo mundo no Brasil "espera" que um domínio tenha uma terminação com.br ou no máximo .com ou net. Na época que fundamos o Portal da Refrigeração nossa ideia era que ele se chamasse refrigeracao.com.br mas, infelizmente, esse domínio já havia sido registrado.

No entanto, para testar você pode (e deve) registrar um domínio grátis para experimentar antes de criar seu site definitivo. Uma pesquisa no Google vai apontar diversas opções disponíveis.

Tanto para o registro grátis quanto o pago lembre-se que muitas vezes o nome que você deseja já pode estar registrado e nesse caso você terá de escolher um outro.

Registro de domínio pago

Embora tenha um custo, indicamos o registro pago por trazer terminações mais profissionais ao seu site.

Para registrar um domínio terminando com com.br você precisa fazer isso em uma empresa nacional. Existem dezenas delas e os preços variam de R$ 29,00 ano a R$ 51,00.

Se não se importar com um domínio com terminação .com ou .net ou .info você vai pagar menos. No entanto as empresas nacionais costumam cobrar preços caros pelo registro deles, valores muito superiores ao cobrado por empresas estrangeiras.

Por exemplo a Locaweb cobra R$ 49,90 por ano para registrar um domínio tipo seu_nome.com enquanto uma empresa estrangeira (Godaddy) cobra menos de R$ 20,00 pelo mesmo domínio. É um verdadeiro roubo que as empresas brasileiras fazem.

Se você não tiver problemas com inglês recomendamos a Godaddy para registrar um domínio .com .net .info (e várias outras terminações disponíveis, inclusive mais baratas). A Godaddy é a maior empresa de registro de domínios do mundo e costuma ter os menores preços.

Lembre-se que a cada ano você terá de renovar o domínio (se não pode perdê-lo) pagando o mesmo preço que pagou para registrar.

2.Hospedando o site

Aqui você tem opções gratuitas ou pagas ou pode mesmo não ser necessário, se estiver usando o WeNode.

Se você for usar o WordPress, ao escolher uma empresa para hospedar seu site tenha em mente três coisas: confiabilidade (o tempo que o servidor está no ar), velocidade de acesso (largura de banda e número de sites hospedados no servidor) e espaço em disco. Também procure as que oferecem hospedagem Linux porque, na prática, o WordPress funciona melhor nesse sistema operacional

É claro que as empresas onde você paga pela hospedagem costumam apresentar serviços melhores. Mesmo assim existe boas empresas de hospedagem gratuita, todas estrangeiras.

Existe uma enorme opção de empresas de hospedagem, com os preços mais variados. Evite as empresas de hospedagem que cobram algo do tipo R$ 3,90/ mês. Manter um servidor funcionando dá trabalho e custa dinheiro. Lembre-se que nada é tão constrangedor quanto um cliente procurar seu site na Internet e ele estar fora do ar.

Para uma relação de empresas de hospedagem gratuitas, consulte o site Guia do Empresário.

3.Customizar e configurar o seu site

Essa é parte onde você deixará o seu site com a aparência que deseja.

O primeiro passo é direcionar o nome de domínio que você registrou para o servidor onde o site vai ficar hospedado. O nome técnico disso se chama apontar os registros DNS e deve ser feito na empresa onde você registrou o nome de domínio.

Embora costume ser rápido, em alguns casos, muito específicos, pode demorar 24 horas para que o nome de domínio leve ao computador onde está hospedado o site.

Embora não seja tão complexo fazer o apontamento dos registros de DNS muita gente "se enrola" nessa etapa e acaba pagando R$ 100,00 ou mais por esse serviço que não gasta nem 2 minutos, para quem sabe fazer.

A partir daí se você usar o WebNode deve fazer a configuração do site passo-a-passo, conforme ele vai pedindo na tela. É bem simples e rápido.

Se você usar o WordPress terá que instalá-lo antes e isso varia de empresa de hospedagem para empresa de hospedagem. Depois terá de escolher um tema (a aparência do site, gratuito ou pago), instalar plugins, etc.

A configuração de um site usando o WordPress e bem mais complexa do que a usando o serviço da WebNode. Em compensação um site que usa o WordPress, apresenta infinitas opções de configuração. Dá para você fazer sozinho sem precisar pagar a ninguém, mas isso vai requerer um certo estudo.

Veja também:

comments powered by Disqus
Consulte aqui seu_nome@email.refrigeracao.net
Google

Portal da Refrigeração e ar-condicionado - Política de Privacidade - Um site da HHC Internet